in ,

Paula von Sperling quebra o silêncio sobre barraco com Gleici Damasceno

As duas campeãs do Big Brother Brasil trocaram farpas e acusações pesadas nas redes sociais na semana passada

Campeãs do ‘Big Brother Brasil’, Gleici Damasceno (‘BBB 18’) e Paula von Sperling (‘BBB 19’) trocaram farpas, por meio das redes sociais, na semana passada. Graças às provocações, o nome delas chegou aos assuntos mais comentados do Twitter.

Agora, Paula conversou com a revista ‘Quem’ e decidiu quebrar o silêncio sobre o barraco. Ela tentou explicar por que resolveu se manifestar na publicação. “Na verdade, não escrevi para a Gleici. Seria para qualquer pessoa que visse o mesmo conteúdo. Me solidarizo com as pessoas e no caso desse comentário o fiz por ter vivido na pele o que ela estava relatando”, disse.

Paula afirmou que fez o comentário em uma postagem de Gleici pois se decepcionou com a acreana quando saiu da casa do BBB.

“Seus comentários foram agressivos à minha pessoa. Ela proferiu ataques desnecessários a mim e em redes sociais. Quando a vi sendo atacada e não sabendo lidar com a situação, quis ser solidária, deixando para ela o meu aprendizado, tentando fazê-la perceber que eles estão errando duramente, assim como ela também errou”, argumentou.

A mineira disse que lamentou muito as declarações de Gleici (que a chamou de oportunista, racista e homofóbica, leia mais abaixo). “Vi que ela ainda tem uma longa caminhada na estrada da vida, do amadurecimento e por isso apenas vi, lamentei e não retribuí”, afirmou.

Entenda a treta entre Paula von Sperling e Gleici Damasceno

A confusão começou quando Paula fez um comentário em uma publicação de Gleici, que havia feito um comovido desabafo sobre as mensagens negativas de que tem sido alvo nos últimos dias.

“Seus comentários afetam, machucam. Estou falando de modo geral. Não é porque eu sou uma pessoa pública que eu tenho que aguentar tudo. Mesmo me considerando uma pessoa que já passou por muita coisa na vida, às vezes eu leio um comentário e me sinto muito machucada”, afirmou Gleici no Instagram Stories.

Com lágrimas nos olhos, ela continuou: “Acho que as pessoas deveriam ter mais cuidado, ter uma responsabilidade emocional com o outro. Isso é quase inexistente. Nós somos reais, seres humanos. Tem que se colocar um pouco no lugar do outro. A gente fala tanto em empatia, é uma palavra que se popularizou tanto, mas praticar é muito difícil”.

Diante disso, Paula foi até a publicação mais recente da ex-BBB e deixou o seguinte comentário: “É de cortar o coração te ver tristinha assim, e de pensar que você foi uma das pessoas que não se lembraram que as palavras machucam, que aqui do outro lado tem uma pessoa que no momento mais difícil viu você no meio da multidão me esfregando embaixo dos seus pés. Saiba que eu torci muito por você no ‘BBB’, e quando eu saí da casa, você foi uma das pessoas que me julgou, me atacou”.

Foto: Reprodução/Instagram
Foto: Reprodução/Instagram

A mensagem gerou repercussão negativa entre os fãs de Gleici e foi apagada – não se sabe se por Paula ou pela vencedora do ‘BBB 18’ – minutos depois.

Levando a treta ao Twitter, Gleici se posicionou sobre o comentário de ganhadora do ‘BBB 19’. “Que oportunista, meu Deus”, escreveu.

Irmã de Paula, Mônica von Sperling reagiu à publicação. “Essa aí merece continuar chorando mesmo. Humildade zero! A gente só oferece o que nosso coração está cheio, não é mesmo? Tenho pena”, criticou.

Na sequência, Gleici publicou um gif sugestivo por duas vezes.

Vale lembrar que Paula foi acusada de intolerância religiosa durante o confinamento na casa do ‘BBB’. Quando ela venceu o reality, Gleici falou sobre racismo nas redes sociais – o que foi visto como uma indireta para a mais nova ganhadora do programa.

Depois da nova treta, Gleici usou o Instagram Stories para tentar pôr um ponto final na história e disse não ter como ter empatia com racista.

“Não tem como você ter empatia por alguém que é racista, que sabe que é racista, que não se arrepende dos seus atos racistas. Só se eu fosse racista”, defendeu ela. “Posso estar equivocada, mas no meu entendimento, não tem como ter empatia com quem é homofóbico. Tem que ter empatia com quem sofre homofobia”, acrescentou.

Veja o posicionamento de Gleici:

Comente com o Facebook
neiva do céu

‘Neiva do Céu’: senhoras que viralizaram com áudio hilário dão entrevista

estudantes funk

Alunas dançam funk seminuas em banheiro de escola e são suspensas