in ,

Sikêra Jr. faz RedeTV! perder patrociníos após chamar gays de ‘raça desgraçada’

Três anunciantes cancelaram contratos de publicidade que tinham com o programa ‘Alerta Nacional’

Foto: Reprodução/RedeTV!

O sempre polêmico Sikêra Jr., apresentador do programa ‘Alerta Nacional’, da RedeTV!, fez declarações controversas ao vivo e a emissora já está sofrendo as consequências disso: no bolso!

Após pressão popular, três anunciantes cancelaram contratos de publicidade com o programa.

Sem papas na língua e munido de opinião preconceituosa, Sikêra Jr. ficou possesso ao assistir o comercial da rede de fast food ‘Burger King’ no mês do ‘Orgulho LGBTQIA+. O vídeo em questão trouxe crianças falando suas visões sobre relacionamentos homoafetivos.

Possesso, o apresentador sofreu um surto e vociferou contra os homossexuais, a quem chegou a chamar de “nojentos” e “essa raça desgraçada”.

Veja também:
Sikêra Jr volta a atacar Xuxa e chama Junno Andrade de gigolô: 'vive na asa dela'

Vocês são nojentos. A gente está calado, engolindo essa raça desgraçada, mas vai chegar um momento que vamos ter que fazer um barulho maior. Deixa a criança crescer, brincar, descobrir por ela mesma. O comercial é podre, nojento. Isso não é conversa para criança“, disse Sikêra Jr. no ‘Alerta Nacional’, na última semana.

Confira o comercial que Sikêra Jr. se refere:

O posicionamento do apresentador da ‘RedeTV!’ é no mínimo preocupante, tendo em vista o número de mortes violentas (ou por suicídio) de gays, lésbicas, transexuais no Brasil.

Uma semana atrás, no dia 22 de junho, Gabriel Garcia, um jovem de 22 anos, foi morto a tiros dentro de uma barbearia em Embu das Artes, São Paulo. Para a família, o crime possivelmente foi motivado por homofobia.

Veja também:
Ao vivo, Sikêra Jr. chama Alessandra Scatena de 'viúva da sorte' e gera climão

Dois dias depois, na madrugada de quinta-feira, 24 de junho, uma mulher trans teve 40% do corpo queimado por um adolescente no Recife. Ela foi hospitalizada, precisou ter o braço amputado e seu estado de saúde é grave.

Famosos, como a cantora Ludmilla, que é casada com uma mulher, protestou diante da fala homofóbica de Sikêra Jr.

“São por discursos de ódio como esse que diversas pessoas são agredidas e assassinadas todos os dias”, disse a cantora.

Pepita participou da live ‘Festival do Orgulho, realizada sábado (26), e aproveitou para mandar um recado para o apresentador da ‘RedeTV!’.

“Quero mandar um recado para um ser humano que diz que é apresentador. Seu Sikêra Jr., a gente veio para ficar. O respeito é uma via de mão dupla. Você me respeita e eu te respeito. Não vem de mimimi, falando de família tradicional, se a sua pelo jeito não é”, disse ela, que é uma das primeiras funkeiras trans do Brasil.

Veja também:
Xuxa Meneghel diz que irá processar Sikêra Júnior após ataques do apresentador

Comente com o Facebook
pitbull

Repórter do SBT é atacada e mordida por pitbull durante cobertura do caso Lázaro

telejornal

Vídeo de briga ao fundo de telejornal, com direito a socos e pontapés, viraliza