in ,

Homem que assediou ciclista diz que não a viu, mas é desmentido pelo vídeo

Andressa Lustosa caiu da bicicleta e se machucou após ser apalpada pelo criminoso; ele foi preso em flagrante

Fotos: Reprodução/Instagram

A estudante de direito Andressa Lustosa, que tem 25 anos de idade, estava pedalando pelas ruas da cidade paranaense de Palmas, no último domingo (26), quando foi assediada pelo passageiro de um carro que passava por ela.

  • Beba com moderação, mas tudo em cervejas é na Amazon! Confira a nova seleção de bebidas tradicionais e artesanais em oferta. Entrega rápida e opções com frete GRÁTIS. Clica aqui!

Após ter o corpo apalpado pelo homem, a jovem acabou se desequilibrando da bicicleta, caindo no chão e sofrendo várias lesões no corpo. O responsável pelo ato de importunação sexual foi preso em flagrante pela polícia após uma denúncia anônima.

Em depoimento, ele afirmou que já estava com o braço para fora e não percebeu que atingiria a ciclista. Contudo, o delegado que investiga o caso verificou o momento exato registrado por câmeras de segurança e concluiu que a ação foi premeditada.

Veja também:
Jurista explica que deputado Fernando Cury cometeu crime de importunação sexual

“Segundo ele, ele já estava com o braço para fora do veículo e não se deu conta de que havia acertado a ciclista“, conta o delegado Felipe Souza.

“Só que, na verdade, nós verificamos no vídeo que o indivíduo está com braço recolhido, o veículo inclusive está em outra faixa, faz a aproximação e nesse momento que esse indivíduo, hoje preso em flagrante, põe o braço para fora no intuito de importunar a vítima, afirma.

O criminoso que assediou a ciclista afirmou que ele e os outros ocupantes do veículo estavam embriagados no momento. E que ele chegou a sugerir que desistissem da ideia de passar a mão na menina, o que não aconteceu.

“Então, o condutor e o passageiro, os dois, serão indiciados por importunação sexual e lesão corporal porque tinham plena consciência e controle da ação”, revelou o delegado em entrevista coletiva à imprensa.

Além disso, um dos ocupantes do veículo tem menos de 18 anos. É possível, portanto, que os homens também sejam acusados pelo crime de fornecer bebida alcoólica para menor de idade.

O delegado ressaltou que o crime de importunação sexual prevê pena de um a cinco anos de reclusão. E nesse caso, ainda colocou em risco a vida de Andressa.

“Sem contar o risco de que teve ali a vida da vítima, tendo em vista que ela veio a cair no chão e o veículo quase atropelou ela, poderia ter passado por cima do corpo dela. Ainda bem que isso não aconteceu”, disse o delegado.

Confira o vídeo que flagrou o assédio:

  • Beba com moderação, mas tudo em cervejas é na Amazon! Confira a nova seleção de bebidas tradicionais e artesanais em oferta. Entrega rápida e opções com frete GRÁTIS. Clica aqui!

Ciclista fala sobre o assédio sofrido

Em entrevista ao ‘G1’, Andressa Lustosa falou sobre o sentimento que fica após ter sido vítima do assédio sexual.

“Eu me senti e me sinto vendo aquele vídeo, toda vez que eu olho, uma situação muito degradante. É humilhante a gente ter que passar por esse tipo de situação em pleno século 21. Eu fico tentando dar voz para outras mulheres, para que elas não tenham medo de denunciar. A gente tem que se sentir livre para andar na rua, fazer uma atividade física, não tem o porquê a gente se sentir constrangida ao usar uma roupa de academia, afirmou Andressa.

Segundo ela, infelizmente, situações assim acontecem todos os dias com muitas mulheres no Brasil. Ela só teve a ‘sorte’ de câmeras de segurança terem flagrado a ação e o criminoso ter sido preso.

“Esse abuso é um crime que está acontecendo todos os dias, com todas as mulheres. A todo momento as mulheres são atacadas, são abusadas. É um problema que está enraizado na nossa sociedade. A inversão de valores é nítida. A mulher é tratada como objeto e não é isso que a mulher é, a mulher precisa ser respeitada“, disse a vítima.

Andressa publicou as imagens em seu perfil no Instagram, denunciando a situação que viveu. Ela já ganhou vários seguidores e tem recebido mensagens de apoio de mulheres que sabem muito bem o que ela viveu.

“O problema que aconteceu comigo acho que é só um de tantos outros que estão acontecendo. Então o fato de prenderem o rapaz não vai diminuir o problema que está na nossa sociedade. Eu acho que tudo isso aconteceu só porque eu fui filmada. Tem muitas mulheres que não conseguem fazer denúncia por medo e porque não têm uma prova. Tudo isso que aconteceu eu consegui por causa da uma câmera de segurança”, afirmou Andressa.

Veja a foto publicada pela ciclista horas antes de ser assediada na rua:

  • Beba com moderação, mas tudo em cervejas é na Amazon! Confira a nova seleção de bebidas tradicionais e artesanais em oferta. Entrega rápida e opções com frete GRÁTIS. Clica aqui!

Ana Maria Braga diz que já sofreu assédio de diretor e que quebrou braço ao fugir

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

incesto Maria Aparecida - Jaelson

Mulher encomenda morte do namorado ao descobrir incesto na família

Mulher completamente nua é vista entrando em delegacia de polícia