in ,

Deborah Secco diz que sofreu por ter feito ‘muito sexo e sido julgada por isso’

Atriz contou que brigou com a própria mãe ao decidir interpretar Bruna Surfistinha nos cinemas

Foto: Reprodução/Instagram

Aos 41 anos, a atriz Deborah Secco falou recentemente sobre o sofrimento que enfrentou no passado devido ao julgamento das pessoas sobre suas decisões – tanto pessoais como profissionais.

Durante participação no podcast ‘Prazer Renata’, da jornalista Renata Ceribelli, Deborah falou sempre foi muito intensa em sua vida e em seus relacionamentos.

“Queria muito ter uma família, então me apaixonava perdidamente. Me apaixonei muito. Vivi muitas paixões. Fiz muito sexo, fui muito julgada e sofri horrores por causa disso, afirmou a atriz da Globo.

Veja também:
Deborah Secco diz que transava '10 vezes por dia' com marido e é criticada na web

Deborah desabafou sobre seu incômodo com o tabu sobre sexo que persiste na sociedade até hoje.

Sexo é uma coisa que todo mundo faz. A coisa mais incrível que eu fiz na minha vida foi sexo, que gerou um ser que nasceu, cresceu dentro de mim”.

Todo mundo que nasceu é fruto de sexo. Então me estranha muito que até hoje todo mundo que foi feito através de sexo, existiu através de sexo, procria através de sexo, não fale sobre sexo. Até quando nós, mulheres, vamos ter que ficar oprimidas e acreditando que sexo só serve para procriarmos, sabe? Isso é muito opressor“, declarou a atriz.

Deborah Secco brigou até com a própria mãe

Ela contou, ainda, que já foi apontada como a pivô da separação de um casal famoso, quando nunca tinha tido nada com o homem em questão.

“Sofri muito por causa disso […] Fui capa de revista como a destruidora de lares sem nunca ter feito nada com aquele casal específico”, relatou.

Veja também:
Aos 36 anos, Bruna Surfistinha anuncia que está grávida de gêmeas

Outro momento marcante de sua carreira, que deu o que falar, foi quando ela aceitou interpretar Raquel Pacheco – a garota de programa Bruna Surfistinha – nos cinemas.

Segundo Deborah, ela arrumou briga com a própria mãe, com o marido na época (o ex-jogador de futebol Roger Flores) e também com suas empresárias.

“Quando decidi fazer o ‘Bruna Surfistinha’ todo mundo era contra”, disse ela, que quando quis posar nua também teve que enfrentar a própria família.

“A minha irmã, quando fiz a capa da Playboy, eu lembro, ela fazia faculdade e escondia as revistas e botava outras revistas por cima para não ver a irmã dela na capa da Playboy. Talvez meus irmãos sejam muito diferentes de mim. Eu sempre fui muito julgada em casa e fora de casa“, afirmou.

Deborah Secco também já foi casada com o diretor de novelas Rogério Gomes e com o ator Dado Dolabella. Hoje, ela é esposa do ator Hugo Moura, que conheceu pelas redes sociais. Eles são pais de Maria Flor, de 5 anos.

Deborah Secco volta a falar sobre transar ’10 vezes por dia’ com o marido

Comente com o Facebook
propaganda enganosa

Homem processa mais de 20 famosos por golpe envolvendo a venda de iPhones

tiroteio ao vivo

Repórter presencia tiroteio e reage tranquilamente: ‘peço licença aos espectadores’