in ,

Flordelis fazia ‘ritual sexual’ para transar com os filhos: ‘era uma abusadora’

Ulisses Campbell, autor da biografia da ex-pastora evangélica, falou sobre como eram os encontros

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Flordelis – pastora evangélica e ex-deputada – que está presa pelo assassinato do marido, fazia ‘ritual sexual’ para transar com os filhos adotivos, disse Ulisses Campbell, autor da biografia dela.

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Ex-deputada federal pelo Rio de Janeiro, Flordelis dos Santos de Souza se tornou o centro de um caso criminal que chocou o Brasil.

Acusada de ser a mandante do assassinato de seu próprio marido, o pastor Anderson do Carmo, em junho de 2019, a história de Flordelis parece roteiro de cinema, mas com consequências trágicas e reais.

O crime, segundo as investigações, teria sido motivado por disputas familiares e financeiras, revelando uma trama complexa que envolveu manipulação e violência.

O assassinato, executado por filhos adotivos do casal (Flordelis adotou mais de 50 filhos), após várias tentativas frustradas de envenenamento, colocou fim à fachada de família perfeita que Flordelis tentava manter.

Sua prisão em agosto de 2020 e a subsequente perda de seu mandato como deputada, devido à imunidade parlamentar, marcaram o início do desenlace de uma história permeada por controvérsias e revelações surpreendentes.

Em entrevista ao youtuber Bruno di Simoni, o jornalista Ulisses Campbell falou sobre os ‘rituais sexuais’ e prática de sexo de Flordelis com os filhos adotivos.

“Ela [Flordelis] fez muito isso na década de 90, início da década de 2000, mas parou quando ficou famosa. Um dos critérios que ela usava, para acolher na casa dela, era dar um banho no adolescente, para transar com eles“, revelou o jornalista lembrando que em um dos quartos da casa existia um lugar com TV, cama macia e ar-condicionado, classificado como ‘Quarto dos Varões‘, onde alguns meninos dormiam.

Veja também:
Famosa atriz erótica é encontrada morta aos 36 anos de idade

“Na ocasião da chacina da Candelária, tiveram três garotos que ficaram com medo de morrer e foram procurar a casa de Flordelis, que sabiam ter vagas. Daí ela olhou pra eles, escolheu e falou que só tinha como um deles ficar. No entanto, eles afirmaram que ficariam os três juntos ou nada”, relatou Ulisses.

“O que ela tinha escolhido, retornou depois de um tempo. Um deles tinha morrido atropelado e outro que viu, preferiu ir embora e pegou carona num caminhão pra Goiás. Depois de pedir abrigo, ela deu um colchão pra ele, levou pro quarto e falou que ele tinha que dormir com ela. Mas, ele tinha uns 14 anos e ainda era criança, então ele se recusou e preferiu ficar brincando com os outros garotos”, contou.

Flordelis ‘mantinha relação sexual com adolescentes’

O autor da biografia continuou dando detalhes sobre as práticas criminosas de Flordelis.

“Aí ela foi e escolheu outro e avisou a esse que, se quisesse dormir, que teria que dormir sentado na mesa da cozinha, porque já não tinha mais colchão. Então, era assim. Ela usava esses critérios para transar com os adolescentes. Ela era uma abusadora, mantinha relação sexual com adolescentes”. 

A história do polêmico casal já começou de forma bizarra. Antes de se casar com Flordelis, Anderson do Carmo namorou com Simone dos Santos (filha biológica da ex-deputada).
Após o término com a moça, ele assumiu a ex-sogra quando completou maioridade, casando-se com ela.

De acordo com o jornalista Ulisses Campbell, foi apenas após o assassinato de Anderson que a máscara de Flordelis realmente caiu.

Veja também:
Idosa de 63 anos mata filho autista e tira própria vida a tiros

“Se não fosse o crime, ela não seria desmascarada. Ela frequentava casa de swing, fazia trisal. Ela estava muito a frente do seu tempo. Ela já tinha um relacionamento aberto com o pastor há muito tempo, porque ele continuava a transar com a Simone [filha biológica de Flordelis] recentemente”. 

Flordelis encontra-se presa hoje, afinal, ela foi condenada a 50 anos de prisão.

Veja uma foto de Flordelis com o marido, pastor Anderson, que ela mantou matar:

Flordelis - Anderson
Foto: Reprodução/Redes Sociais

Confira a entrevista com o jornalista Ulisses Campbell:

  • Conheça e descubra tudo que você pode fazer com seu dispositivo Alexa! E o melhor: experimente por 30 dias e, se não gostar, receba seu dinheiro de volta. Clique aqui para conferir!

Coragem! Flordelis está de namorado novo e é vista comprando enxoval

Em Destaque

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Bombeiro - Edifício Joelma

Bombeiros que salvaram vidas no Edifício Joelma recebem homenagem

Whindersson Nunes

Whindersson Nunes revela ter perdido outro filho: ‘vida não é novela’