in ,

Horror! Gêmeas de 18 anos são ajoelhadas e executadas com tiros na cabeça

Um vídeo de imagens fortíssimas do exato momento acabou caindo nas redes sociais e chocou o Brasil

Fotos: Reprodução

Registros de um crime brutal cometido no município de Pacajus – a 56 km de Fortaleza, Ceará -foram divulgados nas redes sociais na última quarta-feira (14).

O vídeo mostra duas irmãs gêmeas ajoelhadas antes de serem executadas a tiros a mando de uma facção criminosa que atua na região.

Amanda e Amália, de 18 anos, tinham envolvimento com traficantes integrantes dessa facção. Segundo investigações da polícia, foram mortas por “queima de arquivo“, ou seja, por “saberem demais” sobre questões confidenciais do grupo.

Veja também:
Raul Gazolla revela que amigo se ofereceu para vingar assassinato de Daniella Perez

As gêmeas foram capturadas e colocadas de joelhos na beira de uma estrada de terra. Mandaram que elas segurassem o cabelo para cima, para que a nuca das jovens ficasse à vista.

O vídeo mostra, então, os disparos sendo feitos. Cada uma levou 4 tiros na cabeça e elas morreram na hora.

Segundo informações do ‘Cidade Alerta’, da Record TV, moradores da região se assustaram ao passarem pela estrada na manhã seguinte e encontrarem os corpos jogados na beira da estrada.

A polícia compareceu ao local, a perícia foi feita e 16 horas depois do crime, o principal suspeito foi preso.

Por conter excessiva violência, brutalidade e sangue frio, o Feedclub opta por não divulgar as imagens que caíram nas redes sociais.

Suspeito pela morte das gêmeas é preso

O jovem de 17 anos de idade, que aparece no vídeo, principal suspeito de executar Amanda e Amália, foi encontrado e preso pela polícia em Pacajus.

Veja também:
Vídeo: repórter cai no choro em velório de personal trainer assassinada por vizinhos

A operação contou com a colaboração de equipes da Polícia Civil do Estado do Ceará (PC-CE) e da Coordenadoria de Inteligência (Coin) da Secretaria da Segurança Pública e Defesa Social (SSPDS).

Apesar de jovens, as irmãs gêmeas, Amanda e Amália, tinham filhos. Amanda deixa uma menina de três anos e Amália, um menino de apenas seis meses.

Veja uma captura de tela do vídeo que mostra momentos antes das gêmeas serem executadas:

Foto: reprodução
Foto: Reprodução

Assassino de Daniella Perez, Guilherme de Pádua lança canal no YouTube

Comente com o Facebook

Recomendamos para você

antonia fontenelle

Cidade de João Pessoa pede que Antonia Fontenelle passe a ser ‘Persona Non Grata’

cid moreira

Esposa de Cid Moreira dá outra versão para ‘história mal contada’ por filho adotivo