in ,

Cliente é constrangida com termo obsceno em comanda de restaurante

Patricia Melo desabafou nas redes sociais e disse que já está tomando medidas judiciais

Uma mulher de 42 anos, diz ter sido constrangida em um restaurante conceituado da cidade de Petrópolis, na região serrana do estado do Rio de Janeiro: ela foi identificada com um termo chulo e ofensivo na comanda do pedido que fez.

O caso aconteceu no dia 10 de janeiro. Em seu perfil no Instagram, Patrícia Melo afirmou que foi passar o domingo com o marido e amigos em Petrópolis e foram ao restaurante em questão.

No entanto, na hora de pagar a conta, se revoltou ao notar que, na comanda, foi identificada como “moça do peitão”.

Veja:

Mulher-constrangimento restaurante

“Resolvi fazer um passeio com meu marido e amigos em Petrópolis/RJ num conceituado restaurante para curtirmos o domingo e comemorar o aniversário de um dos amigos. Sofri um constrangimento na hora de pagar a conta! Um verdadeiro absurdo como mãe, mulher, consumidora e um assédio para mim como cliente!”, afirmou.

“Minha indignação é por mim e por tantas mulheres que sofrem diariamente tais abusos e simplesmente se calam. Eu não tenho que me calar. Você não tem que se calar. O desrespeito bate a nossa porta! Não brinque. Nem ache engraçado. Podia ser com você!”, completou Patrícia.

Em um vídeo, Patrícia admite que tem os seios grandes, mas que isso não justifica o acontecido e que já tomou medidas judiciais.

“Eu sei que tenho o peito grande, mas nem por isso eu preciso ser hostilizada por conta disso. O caso já tá sendo resolvido com um advogado”, afirmou.

Veja também:
No 7º mês de gestação, Lorena Carvalho e Lucas Lucco decidem mudar o nome do bebê

Para o portal ‘Uol’, Patrícia afirmou que ficou sem ação ao ver o que estava escrito na comanda e que havia saído de uma depressão recentemente por conta da perda de um filho.

O portal também afirmou que o caso foi registrado na Delegacia do Consumidor (Decon) e um processo por danos morais será aberto contra o restaurante.

A cervejaria Ambev, dona do estabelecimento, se manifestou em nota. A empresa afirmou que procurou Patrícia para se desculpar e lamentou o ocorrido.

A companhia também afirmou que já está apurando o que aconteceu e que está reforçando os treinamentos dados aos funcionários para que situações semelhantes não se repitam.

Confira a nota na íntegra:

“Assim que soubemos do ocorrido conversamos com a cliente para pedir desculpas. Lamentamos profundamente pela ocorrência dessa situação – que não reflete o respeito, que é um dos nossos principais valores – e reforçamos publicamente nosso pedido de desculpas. Informamos ainda que apuramos internamente o caso e adotamos as medidas cabíveis com os colaboradores envolvidos, bem como estamos reforçando os treinamentos com toda a equipe para que situações assim não voltem a ocorrer.”

Vendedoras detonam cliente em sorteio sem saber que estavam ao vivo

Comente com o Facebook
thelma assis

Médica, Thelminha Assis está trabalhando no combate à Covid-19 em Manaus

gênesis

Especialistas opinam: por que Gênesis está explodindo os números de audiência?