in , ,

Após ser traída, mulher vira detetive e já desmascarou mais de 400 homens

Eduarda Lima acabou transformando a dor da decepção em ofício e segue o propósito de ajudar mulheres

Fotos: Reprodução/Instagram

O nome dela é Eduarda Lima. Mesmo com duas graduações no currículo, a mineira natural da pequena cidade Espera Feliz – a 378 km de Belo Horizonte – seguiu caminhos profissionais bem diferentes do planejado: ela se transformou em uma “detetive de maridos”.

Com um bom emprego e uma vida estabilizada, depois de muito investigar, ela descobriu que o homem com quem tinha um relacionamento sério há quase 5 anos, estava a enganando.

Eduarda ficou muito decepcionada e triste e chegou a ter crises depressivas. No entanto, com a ajuda da família, superou a traição e conseguiu se reerguer.

Veja também:
Jovem se vinga da traição do ex esparramando glitter em todo o apartamento dele

A situação enfrentada pela jovem mexeu muito com ela e, através de um grupo no Facebook, ela conheceu uma mulher de 20 anos que estava desconfiando de traição por parte do noivo.

Detetive de maridos?

Eduarda ofereceu ajuda para investigar se ele realmente estava sendo infiel – e não cobrou nada por isso.

Jurei que todas as vezes que um homem estivesse fazendo uma mulher de idiota eu iria ajudar“, disse ela em depoimento para o portal ‘Uol’.

Eduarda começou, então, a investigação. Ela seguiu o rapaz no Instagram e tentou uma aproximação. Ele caiu facilmente no plano.

A mais nova detetive continuou seu trabalho e descobriu que o homem mentia até sobre com o que trabalhava. A história teve um final feliz e a moça agradeceu muito a ajuda de Eduarda. Eis que surgia aí sua nova função profissional! 

Veja também:
Jovem descobre traição de namorado graças ao reflexo dos óculos escuros dele

A partir desse caso, várias outras mulheres a procuraram pedindo ajuda para descobrir se estavam sendo enganadas e traídas. Inclusive de fora do país! A detetive brasileira conquistou várias clientes em Miami, nos Estados Unidos.

Reviravolta profissional

Eduarda começou cobrando pouco, mas a procura era tanta que ela precisou profissionalizar a função. Contratou colaboradoras para abordarem os homens comprometidos e chegou a cobrar até R$ 10 mil por um caso.

Essas mulheres são atraentes e usam seus perfis pessoais reais nas redes para conversar com esses homens, assim eles não desconfiam de nada.

Hoje, na equipe de Eduarda tem até advogado – para auxiliar nos processos de divórcio – e psicóloga, para dar suporte a essas mulheres em um momento de tristeza, fragilidade e muita decepção.

Depois de atender mais de 400 mulheres, Eduarda concluiu que os homens fieis são a exceção. “Investiguei mais de 400 homens e apenas 7% deles foram fiéis, disse ela.

“Percebi que em 93% dos casos a infidelidade masculina acontece. Passei a acreditar que a monogamia realmente não é natural – e que são poucos que fazem essa escolha e conseguem se manter nela. É uma questão de criação e de caráter”, completou.

Eduarda sofre as consequências de seu trabalho também na vida pessoal. Ela ficou desacreditada dos homens e demorou para se apaixonar novamente.

“Nos primeiros meses atendendo, intercalava entre períodos de não querer saber de homens e outros de beijar todos na balada, mas não desenvolver sentimentos reais por nenhum“.

“Brinco com as minhas amigas que meu faro para a infidelidade se tornou muito aguçado – mas é claro que isso também gerou bloqueios. Achei até que nunca mais conseguiria me apaixonar de novo”, disse ela.

Eduarda conta que nunca imaginou que seu trabalho como ‘detetive de maridos’ fosse ter tanto sucesso.

“Sigo trabalhando. Nunca foi minha intenção que o negócio se transformasse em algo tão grande, que fosse chamada para abrir franquias, expandir tanto ou dar entrevistas. Mas, já que aconteceu, não pretendo desperdiçar a oportunidade, afirmou.

Jovem descobre possível traição do namorado ao limpar carpete de casa

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Tatá Werneck

Tatá Werneck é criticada pelo uso de face shield em despedida de Paulo Gustavo

caio blat

Após anos sem contato, Caio Blat quebra silêncio sobre relação com filho adotivo