in ,

Onda de calor extremo trará temperaturas ‘em níveis jamais vistos’ no Brasil

Especialistas alertam para o calor intenso e prolongado que chamaram de “absurdamente elevado”

Foto: Canva

O cenário climático brasileiro se prepara para enfrentar uma onda de calor sem precedentes. Segundo a observação recente da ‘MetSul Meteorologia’, o país deve experimentar temperaturas extremamente altas nos próximos dias – com potencial para ultrapassar recordes históricos.

Especialistas estão monitorando com atenção a formação de uma bolha de calor sobre várias regiões do Brasil, um fenômeno específico caracterizado por uma área de alta pressão, ou anticiclone, que confina o ar quente em uma determinada região.

Tal situação meteorológica já atingiu temperaturas elevadas em setembro e outubro, e agora promete trazer novos picos de calor.

Um dos métodos utilizados para medir a severidade dessa onda de calor é analisar a temperatura a 1.500 metros de altitude, ou equivalente a uma pressão de 850 hPa.

As previsões indicam que o centro do Brasil pode atingir até 32º C nessas condições, um patamar comparado ao calor extremo em regiões do Oriente Médio e Sudoeste dos EUA.

A MetSul comunicou: “Valores de temperatura que deverão ser realizados na próxima semana e ao redor da metade deste mês no centro do Brasil podem ser absurdamente elevados e em níveis jamais vistos em centenas de milhares de cidades brasileiras”.

As regiões mais afetadas pela onda de calor

O Centro-Oeste e algumas áreas do Sudeste serão as mais impactadas por essa cúpula de calor. Mato Grosso, Mato Grosso do Sul e o interior de São Paulo estão na linha de frente deste calor extremo, com o calor intenso se espalhando para outras áreas ao longo dos dias.

Veja também:
Aluno autista tem braço quebrado por policial professor em escola militar

A partir deste sábado (11), diversas cidades poderão registrar máximas acima de 40º C, com algumas áreas atingindo temperaturas máximas de 45º C a 46º C.

Cidades como Cuiabá e capitais, como São Paulo e Belo Horizonte também enfrentarão temperaturas elevadas.

Diferentemente das ondas de calor comuns, que duram em média de quatro a sete dias, isso pode se estender por até duas semanas em algumas localidades.

Diante disso, a MetSul antecipa que esta onda de calor pode ser a mais intensa já registrada no Brasil em termos de temperatura máxima. A expectativa é de que sejam quebrados recordes históricos, com temperaturas até 15° C acima da média em algumas tardes.

O Instituto Nacional de Meteorologia (Inmet) também emitiu um alerta sobre o calor nos próximos dias.

A Climatempo destaca o caráter histórico dessa onda de calor, enfatizando que o pico das particularidades deve ocorrer no próximo fim de semana e se intensificar na segunda-feira (13).

calor
Foto: Canva

Moradora frita ovo no asfalto em dia de calor intenso no Brasil

Em Destaque

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Bacci - irmã Bruna Biancardi

Bacci acusa irmã de Bruna Biancardi de participar do assalto

casamentos de fábio jr

Em busca da Alma Gêmea: afinal, quantas vezes o cantor Fábio Jr. já se casou?