in ,

Suzane Von Richthofen vai ganhar algum dinheiro pelos filmes sobre ela?

Público está se questionando se a jovem teria alguma participação nos lucros, com base em leis de direito autoral

Fotos: Reprodução/Amazon Prime Video

Os filmes sobre o crime que aconteceu em São Paulo no dia 31 de outubro de 2002 – quando Manfred e Marísia Von Richthofen foram brutalmente assassinados enquanto dormiam – finalmente chegaram.

Eles estão disponibilizados aos assinantes do Amazon Prime Video desde a última sexta-feira (24) e foram o assunto mais falado do Brasil durante todo o final de semana.

  • Teste o Prime Video da Amazon de maneira totalmente gratuita e sem compromissos por 30 dias. Se não curtir, é só cancelar sem pagar nada! Clique aqui e garanta.

Os longa metragens despertaram as mais diversas dúvidas nos telespectadores, por exemplo, como os envolvidos no crime estão hoje em dia. Uma delas diz respeito a um possível dinheiro a ser pago para Suzane Von Richthofen – a verdadeira dona da história.

Em 2006, a jovem foi condenada a 39 anos e 6 meses de prisão por arquitetar o assassinato dos próprios pais quando tinha 18 anos de idade.

Ela já cumpriu 19 anos da pena e, agora, cumpre sua sentença em regime semiaberto (desde 2015), tendo a possibilidade de trabalhar e estudar fora da prisão, além de cinco saídas anuais. Ela sempre estampa os noticiários por um detalhe inusitado e até macabro: costuma sair nos Dias do Pais e das Mães.

Veja também:
Colegas estão com medo da chegada de Suzane Von Richthofen, que passou no Sisu

Quanto Suzane ganhará por ‘A Menina que Matou os Pais’?

Considerando a Lei de Direitos Autorais brasileira, será que Suzane terá alguma participação nos lucros provenientes dos filmes que contam a trágica história da morte dos próprios pais? A resposta é NÃO.

Suzane Von Richthofen e outras pessoas envolvidas na história real não ganharão nada por ‘A Menina Que Matou os Pais’ e ‘O Menino Que Matou Meus Pais’. As produções foram baseadas nos autos do processo de um caso público, ou seja, sem conexão direta com os envolvidos.

E tem mais! Quanto ao lançamento, além de não ganhar um centavo, a condenada tentou entrar com recurso para impedir a estreia, mas o pedido foi negado pela Justiça.

A atriz Carla Diaz interpretou Suzane von Richthofen e Leonardo Bittencourt viveu Daniel Cravinhos, namorado da jovem que, com o auxílio do irmão, Cristian Cravinhos, executou os pais de Suzane e Andreas Von Richthofen.

Sobre esse mesmo questionamento, Carla Diaz respondeu em uma entrevista“Os envolvidos no caso real não têm participação alguma na produção dos filmes. Ou seja, eles não têm participação em direitos autorais e em qualquer tipo de lucro. Eles também não têm participação artística. Não houve isso”, garantiu a ex-BBB.

Veja também:
Fã-clube de Suzane von Richthofen chama atenção no Twitter

Dirigidos por Maurício Eça, os filmes seguem roteiros escritos por Raphael Montes e Ilana Casoy.

A inovação está na produção de dois filmes independentes, contando os diferentes pontos de vista e interpretação dos envolvidos no crime – o jovem casal, Suzane Von Richthofen e Daniel Cravinhos.

Quando os filmes foram anunciados, receberam muitas críticas por estarem espetacularizando um crime horrível que chocou o Brasil. Contudo, os comentários dos telespectadores têm sido positivos, desde o lançamento.

A crítica especializada, entretanto, parece não ter aprovado tanto assim a produção.

  • Teste o Prime Video da Amazon de maneira totalmente gratuita e sem compromissos por 30 dias. Se não curtir, é só cancelar sem pagar nada! Clique aqui e garanta.

Após tantos atrasos, filmes sobre Suzane Von Richthofen são lançados no streaming

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

menina engole ímãs tiktok

Cuide de suas crianças! Menina copia vídeo do TikTok e fica em estado grave

Thais Fersoza

Thais Fersoza surge ‘magra demais’ em foto e preocupa internautas: ‘você tá bem?’