in ,

Polícia de Goiás recebe carta supostamente escrita por Lázaro Barbosa

No documento assinado, ele pede perdão às vítimas e diz que está conseguindo fugir com a ajuda de Deus

Fotos: Reprodução/Metrópoles

Mais um capítulo na história da busca pelo Serial Killer do DF, Lázaro Barbosa de Sousa, de 32 anos, procurado há 17 dias pela polícia por ser o principal suspeito de assassinar uma família inteira, sequestrar uma mulher e tentar matar outras pessoas no interior do estado de Goiás. 

Uma carta supostamente escrita pelo assassino e psicopata foi entregue à polícia nesta sexta-feira (25).

Veja também:
Deputada Magda Mofatto pega fuzil e decide ‘caçar’ Lázaro de helicóptero

No documento, ele pede perdão às vítimas e todas as pessoas que feriu, conta sobre seu passado sofrido, nega que faça “macumba”, e diz que tem conseguido fugir da polícia, pois conta com a ajuda de Deus.  

Segundo consta na carta, ele trabalhava muito em seu passado na Bahia para ganhar apenas R$5,00. O pai dele, alcoólatra, chegava em casa sempre embriagado.

Também diz que a polícia precisa mudar a mentalidade dela para pegá-lo. “Talvez assim Deus permita que vocês me peguem“, diz trecho do documento.

Caso Lázaro: o Serial Killer do DF

No fim da tarde de quinta-feira (24), a polícia prendeu dois homens suspeitos de ajudarem Lázaro a fugirElmi Caetano Evangelista, de 74 anos, e Alain Reis de Santana, de 33, proprietário e caseiro de uma chácara em Girassol (GO). Veja:

Foto: reprodução / metrópoles
Fotos: Reprodução/Metrópoles

Ao sobrevoarem a propriedade, os policiais avistaram um homem entrando na mata e outro na estrada. Quando se aproximaram, indagaram o caseiro, Alain, que contou que o homem fugindo era Lázaro.  

Ele disse, ainda, que faziam 5 dias que Elmi, dono do local, dava almoço e janta para o foragido e o deixava dormir lá. O criminoso tinha permissão para entrar na propriedade rural livremente.

Alain disse que o viu várias vezes com uma espingarda e um telefone da marca Samsung.

Veja também:
Jornalista confunde nome do ator Lázaro Ramos com assassino procurado

Na hora do almoço, o dono da fazenda, Elmi, gritava: “Vem almoçar, Lázaro!”. À noite, quando saíam, ele avisava: “A porta vai ficar aberta!”.

Outra informação dada à polícia por Alain foi que o assassino fumava maconha nas margens do córrego com frequência. Quando apareceu pela primeira vez, estava com a perna machucada, mas já se recuperou. 

Confira fotos da suposta carta escrita por Lázaro Barbosa:

Foto: reprodução / Metrópoles
Foto: reprodução / Metrópoles

Foto: reprodução / Metrópoles

Foto: reprodução / Metrópoles

Fotos: Reprodução/Metrópoles

Veja também:
Leo Picon é detonado na web após sugerir que o caso Lázaro é mentira

Comente com o Facebook

Recomendamos para você

Marcelo Madureira - Christiane Pelajo

Marcelo Madureira ataca Christiane Pelajo gratuitamente: ‘antipática e muito gorda’

nanda costa

‘2 mães e 2 filhas’: Nanda Costa está grávida de gêmeas com a cantora Lan Lanh