in ,

Vencedor de reality show, chef Floyd Cardoz morre vítima do coronavírus

Ele já estava internado há uma semana em um hospital na cidade de Nova York, mas não resistiu

Foto: Reprodução/Twitter

O chef de cozinha indiano Floyd Cardoz, de 59 anos, foi mais uma vítima do coronavírus. Ele, que já estava internado há uma semana, morreu nesta quarta-feira (25) na cidade de Nova York, nos Estados Unidos.

Veja também:
Infectada com coronavírus, Mariana Ferrão revolta moradores de condomínio

Sua última postagem no Facebook foi uma foto tirada ainda no hospital, com uma legenda em que pedia desculpas por conta do pânico causado nas pessoas, mas que seu estado de saúde e febre, ele tinha decidido se internar em um hospital como medida de precaução. Ele afirmou, ainda, que havia voado da Índia para os Estados Unidos via Frankfurt, Alemanha.

Confira:

O grupo que administra os restaurantes de Floyd Cardoz, The Hunger Inc, comunicou, assim que ele foi internado, que o resultado do exame tinha dado positivo para Covid-19. Eles procuraram pessoas que haviam tido contato com o chef para que ficassem atentos aos sintomas.

Depois que Floyd faleceu, o grupo informou: “É com muito pesar que informamos a morte do chef Floyd Cardoz, cofundador do The Hunger, no dia 25 de março em Nova Jersey. Ele deixa sua mãe Beryl, a mulher Barkha e os filhos Justin e Peter”.

Floyd Cardoz ficou famoso ao abrir o restaurante ‘Tabla’, em Manhattan, no final dos anos 1990. Em Nova York, ele abriu mais três estabelecimentos. ‘North End Grill’, ‘Paowalla’ e ‘Bombay Bread Bar’. Ele ainda era sócio dos restaurantes ‘Bombay Canteen’ e ‘O Pedro’, em Mumbai, na Índia.

Veja também:
William Bonner quebra protocolo, pede calma e revela medo de contrair coronavírus

Floyd Cardoz venceu a 3ª edição do ‘Top Chef Masters’, em 2011. Entre outros tantos programas que ele já participou, o indiano apareceu, recentemente, na segunda temporada da série ‘Ugly Delicious’, da Netflix. No episódio, ele levou o apresentador David Chang ao seu restaurante em Mumbai.

“Eu não quero acreditar nisso. As pessoas podem não perceber, mas boa parte da comida que você come hoje foi influenciada por Floyd quando ele estava no Lespinasse (premiado restaurante em Nova York) com o falecido chef Gray Kunz. A árvore genealógica que se criou neste hall da fama da cozinha mudou a gastronomia da América para melhor”, postou Chang em seu perfil no Twitter.

“Ele nos fez tão orgulhosos. Ninguém que viveu em Nova York no começo de sua história poderá esquecer como Tabla era lotada e sua comida deliciosa. Ele tinha um sorriso cativante e um desejo de fazer todos ao seu redor felizes.É uma perda imensa”, disse a apresentadora do ‘Top Chef’, Padma Lakshmi. Veja:

Veja também:
Aos 71, Príncipe Charles está com o coronavírus e apresenta leves sintomas

Comente com o Facebook
mariana ferrão

Infectada com coronavírus, Mariana Ferrão revolta moradores de condomínio