in ,

Horror! Filha vê pai assassinar a mãe com tiros na cabeça: ‘minha mãezinha’

Crime aconteceu na casa da família na madrugada do último domingo (17)

Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Uma tragédia sem precedentes aconteceu na madrugada do último domingo (17) no Distrito Federal. Francisco de Assis Guembitzchi, de 55 anos, assassinou a tiros a ex-companheira, Olivia Makoski, de 47, e depois se suicidou – a filha de 25 anos presenciou tudo.

  • 3 LIVROS POR R$ 50!!! Inclusive quadrinhos em oferta, com descontos imperdíveis e opção de frete grátis. Clique aqui.

Era por volta de 1h40 de domingo (17) quando tudo aconteceu. Olivia levou tiros na cabeça e morreu. Vendo tudo, a filha correu para perto da mãe e gritou: “Minha mãezinha…”, enquanto chorava desesperadamente. “Como você fez isso?”, questionou ao pai.

Depois de matar a ex-companheira, Francisco se esfaqueou e agonizou na frente da própria filha. Outra filha do casal, de 23 anos, estava dormindo e acordou com o barulho dos tiros e dos gritos da irmã. A mãe dela, Olivia, estava deitada no chão com muito sangue.

Ao olhar para a cozinha da casa, ela viu o pai, Francisco, com o pescoço cortado e outros golpes de faca pelo corpo. A jovem, então, correu para um dos quartos para impedir que as netas do casal vissem aquela cena inacreditável de horror.

Segundo afirmou em depoimento à Polícia, a filha de 25 anos viu o pai, Francisco Guembitzchi, dando tiros para o alto dias antes do crime. Ao questioná-lo, ele explicou que estava apenas “testando a arma”.

Mal sabia que a intenção dele era assassinar a mãe, Olivia, que decidiu terminar a relação de 30 anos que tinha com ele.

Veja também:
Mulher abusa da criatividade e usa a própria calcinha para resgatar um jumento

“Aparentemente, houve uma discussão. Ele a agrediu e, depois, ceifou a própria vida”, disse a delegada responsável pelo caso.

Veja uma foto do ex-casal:

Casal - Olivia e Francisco
Fotos: Reprodução/Redes Sociais

Olivia e Francisco viveram em regime de união estável por 3 décadas. Eles tinham três filhos, todos maiores de 18 anos, e eram donos de um restaurante na região.

Eles estavam separados há dois meses, entretanto, Francisco ainda vivia na mesma casa em que Olivia e os filhos, pois tinha esperança em conseguir a reconciliação. Na noite de sábado (16), eles tinham ido a um forró, em Ceilândia.

Francisco ficou irado ao ver a ex-companheira com um novo namorado no evento. Depois do forró, ele chegou primeiro na casa da família e disse apenas “Oi” para a filha, que não percebeu nada de diferente, só que ele estava embriagado.

Olivia Makoski chegou depois e, ao ver Francisco, deu um ultimato ao ex, dizendo que ele teria de sair da casa até esta segunda-feira (18). Foi quando a briga entre o ex-casal começou na área externa da residência.

A jovem de 25 anos ouviu os gritos e correu para ver o que estava acontecendo. Ela, então, presenciou o pai deferindo tiros na cabeça da mãe e depois esfaqueando a si mesmo.

Olivia tinha denunciado Francisco por episódios de violência psicológica

Segundo a Polícia do Distrito Federal, em 2020 Olivia Makoski registrou um Boletim de Ocorrência (B.O.) contra Francisco de Assis Guembitzchi. Na ocasião ela afirmou que vinha sofrendo ataques e humilhações e foi à polícia, pois temia pela sua vida.

Olivia disse às autoridades que Francisco fazia uso de bebida alcóolica constantemente e, motivado por ciúmes, proferiria ofensas contra ela, como: Puta, vagabunda e piranha.

De acordo com a vítima, ela nunca tinha sofrido violência física, mas por ele ser uma pessoa muito possessiva ela estava com medo.

Veja também:
Caso Henry: mãe do menino tirou selfie e pediu pizza na hora de depor

Em 2020 Olivia Makoski disse à Polícia que Francisco apareceu em casa alcoolizado, trocou as chaves da residência e a impediu de entrar.

O tempo passou e, na madrugada deste domingo (17), a tragédia que ela temia aconteceu. A casa da família que fica na Quadra 207 do Pôr do Sol, no Distrito Federal, foi o cenário do crime.

E de acordo com Adriana Romana, delegada-chefe da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher II, as investigações apontam para o crime de feminicídio, seguido por suicídio.

  • 3 LIVROS POR R$ 50!!! Inclusive quadrinhos em oferta, com descontos imperdíveis e opção de frete grátis. Clique aqui.

Sargento armado agride, humilha e ameaça empresária ao ‘cobrar’ dívida de R$ 40 mil

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Tom Cruise - ator

Galã? Tom Cruise é flagrado em público e aparência vira assunto: ‘irreconhecível!’

Bolo aniversário - Adolf Hitler

Universitária faz bolo com foto de Hitler, é investigada e pode acabar presa