in ,

Sargento armado agride, humilha e ameaça empresária ao ‘cobrar’ dívida de R$ 40 mil

Ação de completa violência foi flagrada pelas câmeras de segurança do escritório da vítima

Fotos: Reprodução/Metrópoles

Uma empresária do ramo têxtil, que não teve a identidade revelada, foi violentamente agredida e ameaçada pelo sargento da polícia militar Osiel Alves da Silva na tarde desta quarta-feira (13) dentro de seu próprio escritório no Riacho Fundo, no Distrito Federal.

  • Assista futebol ao vivo no Prime Video adicionando o Premiere à sua assinatura! Teste grátis por 7 dias e totalmente sem compromisso, cancele quando quiser. Clica aqui!

Câmeras de segurança flagraram o momento em que o PM Osiel entra na sala da vítima e cobra que ela pague uma dívida estimada em R$ 40 mil. A empresária diz que não tem o valor integral para pagá-lo e sugere parcelar.

Osiel não aceita e fica possesso com a situação, e trava uma luta corporal com a mulher, ao afirmar que vai levar objetos de valor para sanar a dívida.

Em determinado momento do vídeo é possível vê-lo enforcando a empresária, puxando-a pelos braços e pelo cabelo e a jogando no chão.

Depois da sessão de espancamento, o policial militar saca uma arma de fogo e aponta para a empresária.

Ao perceber que ela não vai pagar a dívida, Osiel começa a pegar dólares, euros, folhas de cheque preenchidos com altos valores, computador, celular e até a bolsa da vítima, da grife francesa Louis Vuitton.

Antes de sair, o Sargento prendeu a vítima em uma sala e levou a chave. Ela conseguiu sair minutos depois, ao chamar a atenção de funcionários que estavam em outro andar do prédio.

Após o crime, o policial militar Osiel Alves da Silva se apresentou à Polícia na 21ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Sul) e entregou dinheiro e cheques que havia pegado na sala da empresária. Por ter se apresentado espontaneamente, o policial responderá pelos crimes em liberdade.

Veja também:
27 anos sem Mussum: vida, obra e morte do humorista que marcou uma geração

A mulher foi ouvida pela Polícia e afirmou que 2 mil dólares (R$ 11.000,00), uma folha de cheque preenchida e uma pedra de diamante no valor de 15 mil dólares (R$ 82.500,00 na cotação atual do dólar) desapareceram.

Sargento armado espanca e enforca empresária

Assista (ATENÇÃO! As imagens são fortes!):

Defesa alega que PM foi ameaçado pela empresária

A defesa do Sargento da PM alegou que a empresa da vítima “acumulou uma dívida de US$ 8 mil e se indispôs a liquidar, apesar de protelar o pagamento cerca de 2 anos com promessas semanais de pagamento”.

“Diante dos fatos, Osiel foi conversar com ela (empresária), como já havia feito antes e sem esperar ter um final trágico. Primeiro, ela o puxou pelo braço e afirmou que deveria arcar com o prejuízo, e ela anunciou que é uma estelionatária. Diante do ocorrido, Osiel ficou enfurecido“. 

Além disso, o policial alegou também ter sofrido ameaças. “Quando foi ameaçado com uma faca, sacou um simulacro para a mulher, que abaixou a faca ao se intimidar. Quando foi agredido na cabeça por trás, aplicou o golpe mata-leão“.

A defesa do criminoso negou, ainda, que ele tenha a puxado pelos cabelos.

“Em momento algum a puxou pelo cabelo. Pegou alguns pertences e, imediatamente, se arrependeu de haver se exaltado e deslocou-se à 21ª DP para registro da ocorrência de exercício arbitrário das próprias razões e lesão corporal recíproca“.

“Informa que foi ao IML ontem à noite e que vai entrar com bloqueio judicial dos bens e contas até total liquidação da dívida”, afirmou a defesa de Osiel Alves da Silva.

Veja também:
O nome verdadeiro de Chay Suede tem uma história hilária por trás

A vítima fará exame de corpo de delito no Instituto Médico Legal (IML) nesta quinta-feira (14).

A PMDF informou que “abrirá o devido processo para apurar a conduta do policial e, até que os fatos sejam elucidados, medidas cautelares serão adotadas, e o policial será afastado das atividades de policiamento”.

“Ela disse que era estelionatária e que não iria pagar. Começamos a discutir. Se reparar bem na imagem, é possível ver que, antes de eu apontar o simulacro (réplica), ela tenta pegar uma faca para me acertar. Outra reação foi antes do mata-leão, ela também tentou acertar a minha cabeça. Reconheço e sei que cometi excessos. Me arrependi. Foi a primeira vez que algo do tipo aconteceu. Fiz questão de registrar ocorrência e reconhecer o meu erro. Inclusive, cheguei à delegacia primeiro”, disse o próprio PM em entrevista ao jornal ‘Metrópoles’.

  • Assista futebol ao vivo no Prime Video adicionando o Premiere à sua assinatura! Teste grátis por 7 dias e totalmente sem compromisso, cancele quando quiser. Clica aqui!

Estudante de medicina é agredido por PM de folga: ‘viadão!’

Recomendamos para você

Deixe seu comentário

Nataly Galdino lacraia

Que perigo! Jovem leva picada de lacraia enquanto dormia e lábio fica gigante

Luiza Brunet - Simone Medina

Luiza Brunet vai processar Simone Medina após ofensas: ‘nem a conheço’